Você já ouviu falar do PIX?

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Você já ouviu falar do PIX? este é um novo meio de pagamentos instantâneos em transações digitais criado pelo Banco Central, ele foi anunciado lá em fevereiro de 2020 e começa a operar em 03 de Novembro. O sistema veio para desburocratizar transferências e torná-los disponíveis durante todas as horas do dia, em todos os dias da semana, através de bancos e outras instituições de pagamentos.

Leia mais...

6 dicas para enfrentar a crise

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

A pandemia do novo coronavírus está afetando negócios de vários setores. Da perda de clientes ao trabalho remoto, as coisas estão mudando rapidamente e as empresas estão sendo forçadas a se adaptar. Em crises como essa, enquanto as receitas das empresas ficam prejudicadas, as despesas são mantidas e o bom andamento do negócio é prejudicado.

Infelizmente, é impossível prever quando uma recessão ocorrerá ou o que a causará. Mas existem algumas consequências comuns que recessões econômicas causam nas escolas e existem também formas de amenizá-las.

Leia mais...

Conheça a "Confirmação de Recebimentos"

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

pc em casa

Deseja disponibilizar documentos como comunicados,manual do aluno, regras internas que necessitam de confirmação de leitura/aceite? Sistema Aula já tem esta funcionalidade e já está disponível. Após ser configurado, o documento será apresentado, devendo o usuário "dar o aceite",desta forma a instituição terá um controle de protocolos mais eficaz, quanto as leituras das informações que estão sendo divulgadas. Entre em contato como nosso setor de atendimento e se atualize.

7 Dicas fundamentais para estudar em casa

Avaliação do Usuário: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa

Se no passado estudar em casa era importante para se aprender e sair na frente para uma corrida de concursos, Enem, vestibular e afins, agora com a Pandemia de Coronavírus estudar em casa é a ÚNICA alternativa! Admitimos, não é a coisa mais fácil do mundo, mas com boas doses de álcool em gel foco e disciplina para separar horas de seu dia e se aprofundar nas matérias com muita concentração, vai dar tudo certo. Para isso, existem ferramentas que auxiliam o cotidiano do estudante como as aulas por vídeo, por exemplo. A partir desse modelo de estudo, o Sistema Aula dá algumas dicas para otimizar a aprendizagem e sair desta epidemia mais inteligente.

Leia Mais

Conheça o SEB, emissor da ID Estudantil

Avaliação do Usuário: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa

Em Outubro de 2019 o Ministério da Educação (MEC) lançou, o Sistema Educacional Brasileiro (SEB). A iniciativa cria um banco de dados nacional dos estudantes. As informações vão subsidiar a emissão da ID Estudantil, a carteirinha digital ou física gratuita.

A criação do SEB foi formalizada por meio de portaria publicada na edição de hoje do Diário Oficial da União (DOU).

As instituições de ensino – da educação básica, profissional, tecnológica e superior – deverão escolher um representante para abastecer o SEB, os clientes do SISTEMA AULA já contam com um sistema para exportar os dados formatados com todas as informações necessárias, que são as seguintes informações:

  • dados pessoais do corpo docente e discente dos estabelecimentos de ensino;
  • matrícula e frequência do aluno;
  • histórico escolar do estudante;
  • e outras informações relacionadas à formulação, à implementação, à execução, à avaliação e ao monitoramento de políticas públicas.

Inclusive temos tutorial em video tanto para o Ensino Básico (clique aqui), quanto para o Ensino Superior (clique aqui) ensinando a utilizar a ferramenta.

O MEC será o gestor dos dados e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o custodiante.

ID Estudantil – A ID Estudantil deverá conter nome completo, foto recente, número do CPF, data de nascimento do aluno, nível e modalidade de educação e ensino, além do prazo de validade – este, para as carteiras físicas.

As carteiras digitais, que serão disponibilizadas em lojas virtuais, pelo celular, e as físicas, nas agências da Caixa Econômica Federal, vão valer enquanto o estudante tiver vínculo com a instituição de ensino. As de outras entidades serão válidas até 31 de março do ano seguinte.

Manuais – A portaria também cria dois manuais operacionais: um do Sistema Educacional Brasileiro e outro da ID Estudantil. Ambos terão portais na internet com todas as informações.